Depoimentos

Abaixo alguns depoimentos de nossos estudantes ou ex-estudantes;




https://4.bp.blogspot.com/-_g3UfNSr9JU/VXblhUgmALI/AAAAAAAAA7w/ONGR1vdEQcs/s320/10430501_787990487931145_1273970588984482504_n.jpg


Ialley Lopes


Estudante de psicologia


''  De forma objetiva e prática, assim como no Sistema Wing Chun, estarei eu, Ialley Lopes, relatando como é treinar com o Si-Hing (irmão mais velho) Dido, sendo ele de fato, meu SiFu, embora ele mesmo recuse esse título...
Os treinos eram bastante puxados, principalmente para quem seguia uma vida sedentária antes de aderir a Arte Marcial do wing chun para sua vida... depois de um tempo com o costume e a adaptação do corpo e da mente com o estilo de luta as coisas foram ficando mais facéis? Não, depois da adaptação do corpo e da mente os treinos eram regularmente atualizados, de modo que não ficasse enfadonho, mesmo sendo uma arte voltada para a repetição, para que haja assimilação da técnica, os treinos não poderiam ser considerados chatos, muito pelo contrário, a metodologia de Dido fazia juz à interação dos irmãos e a descontração do ambiente.


 Para os treinos, Dido se utiliza de músicas dos mais variados estilos e se dispõe a ouvir coisas novas, o que faz as pessoas interagirem e terem assuntos dos mais diversificados possíveis.


 Dido pode ser considerado um grande facilitador e/ou um grande treinador, pois ele sabe trabalhar os medos de seus alunos, como por exemplo, eu tinha medo de fazer Sparring's (luta solta) e com o tempo Dido foi trabalhando isso em mim de forma gradativa, e efetiva, se hoje eu ainda tenho medo acredito que é extremamente inferior ao que eu sentia antes.
A objetividade e praticidade do sistema Wing Chun é baseado no contra-ataque, na força em direções opostas, no utilizar da força do oponente contra ele mesmo... um exemplo muito citado por Dido é o da madeira boiando, se é feita uma força de um lado o outro emerge causando o contra-ataque e vice-versa. Essa praticidade e velocidade para aplicação em campo dá a segurança necessária para utilizar as técnicas sem receio, já que a sua efetividade e fluidez é facilmente observada nos treinos..''






https://4.bp.blogspot.com/-c7Q-amMEVqM/VXbm3penblI/AAAAAAAAA74/UhOVpzE-PSA/s320/11143631_886432531420243_8383860458947281216_n.jpg


Elias Oliveira


Estudante de psicologia




''Quando era mais novo não sabia distinguir os estilos de artes marciais, mas ao ouvir o nome Bruce Lee já sentia um peso o qual não sabia explicar muito bem... Logo depois o associei ao Kung Fu. Bem, eu fui um garoto bisbilhoteiro e ficava espiando o Dido (Aldary) treinando em seu quintal, e aquilo era espetacular para mim. Não sei se ele lembra, mas chegou a passar até algumas coisas para mim, eu tinha uns 8 ou 9 anos. Esse foi meu primeiro contato com o Kung Fu e com o Dido lecionando, mesmo que ainda prematuro no campo. Os anos passaram e eu sentia que não me encaixava em nenhum estilo de luta e tinha saudade do Kung Fu. Recebi um convite do Dido para de fato aprender e seguir a arte, e aceitei! (isso ele firmado no estilo Wing Chun) Cara, eu me surpreendi muito, o treino é pesado e você vivencia tudo aquilo que é praticado e dito. Aprendi que não é preciso você ser grande ou forte, só basta repetir a técnica e fazer com eficácia, além do mais os golpes já falam por si só, são muito precisos! Treinei por quase um ano e por motivos maiores estou sem o treino físico, mas aplico o Wing Chun em meu dia a dia, isso é muito importante, faz você encarar as coisas sobre uma nova perspectiva. Espero voltar em breve para nossas tardes treinando e discutindo sobre coisas relacionadas, tardes as quais quero aprender muito e poder passar para meus sucessores. Mesmo não estando nos treinos regulares, serei sempre seu discípulo.''




https://4.bp.blogspot.com/-w-KOJ1LFy6A/VXbnLLxsPVI/AAAAAAAAA8A/4zbN1wm3zIs/s320/10959385_1394112884232066_6576513301539137695_n.jpg


José Rodrigues Júnior


Fotógrafo profissional


''Wing Chun uma arte marcial incrível, ainda dependente do treinamento, diferente do que pregam alguns, não é a arte em si que faz alguém um super artista marcial, o treinamento tem papel fundamental na qualidade das habilidades. Treinar com Dido certamente é um caminho para atingir a primazia das suas habilidades. Seu foco e paixão são motivadores.'' 




https://4.bp.blogspot.com/-ZEmfv7CHB5M/V8rKgrOKH5I/AAAAAAAABVE/UVy52Hp3DaYxKj81mGllklvH4ZQ_vODrQCLcB/s320/13906741_1447864431907044_3327077289802335989_n.jpg


    Everton Michel - Auxiliar Administrativo -


   


- ''Olá Pessoal, me chamo Everton Michael e sou aluno do sifu Aldary ( Dido). Há seis meses, precisei parar um pouco as atividades na escola por conta da faculdade, mas nada que tenha impedido de continuar com meus treinos em casa. Ha pouco mais de um mês, voltei aos treinos na Eden. As aulas são sempre bem energéticas, com isso quero dizer que são bastante intensas tanto na marcialidade quanto para quem busca um melhor condicionamento físico, pois nos faz descarregar toda a tensão do dia-a-dia e desenvolve nossos sentidos como praticantes de artes marciais. Pra mim tem sido muito proveitoso aprender junto com meus irmãos de kung fu,estou desenvolvendo cada dia mais e mais,aprendendo o que o Wing Chun pode nos oferecer de melhor e buscando meu desenvolvimento pessoal como artista marcial.


Só tenho a agradecer ao sifu pela paciencia nas aulas, porme ouvir nos momentos de dificuldade e por sempre estar disposto a ensinar e dar o seu melhor para melhorarmos todos como artistas marciais.''




https://4.bp.blogspot.com/-y5Yrny7sMDk/V8rKrhclhTI/AAAAAAAABVI/BFa8GQASsugehZcMnJVXyUcFm3qjW9qIACLcB/s320/21311_128031307348944_182141606_n.jpg


    Eduardo - Autônomo -


   


- '' Olá, meu nome é Eduardo. Sou praticante de Wing Chun aplicado sob orientação de sifu Aldary ( Dido) na Eden - escola de danças e exercícios naturais. Ainda sou iniciante mas venho de outra família de wing chun, já tenho seis meses de treino com sifu Aldary e suas aulas são bem proveitosas. Seu método de ensino é bem explicado e detalhado, tanto na teoria quanto na prática, tanto na técnica quanto em exercícios funcionais cardiovasculares e de força. Eu me sinto no lugar certo, estudando uma linhagem séria e respeitosa que mantem a tradição. As técnicas que estou aprendendo são realmente eficientes e contundentes. Por exemplo, já treinei Pak Sau com vários professores, inclusive alguns muito famosos, mas nunca vi um Pak Sau tão doloroso quanto o de sifu!






https://1.bp.blogspot.com/-mEYlbZEVzNQ/V8rL0J3_JHI/AAAAAAAABVU/ecB_glB1rf0y15tn9ZLbYFOMO00np8tbQCLcB/s200/12066022_1647940718778396_5819747779586867871_n.jpg


    - Isadora -  13 anos, estudante


     (para o jornal Diário de Pernambuco)


- ''Eu adoro as aulas. Temos momentos sérios e momentos mais descontraídos também.''

Nenhum comentário:

Postar um comentário